Instituto de investigação em Arte, Design e Sociedade

Missão e finalidades

O i2ADS – Instituto de Investigação em Arte, Design e Sociedade é uma unidade de I&D sediada na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto (FBAUP), financiada pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT). Tem como missão promover a investigação em Artes Plásticas, Artes Performativas, Desenho, Design e Educação Artística. A ênfase da sua missão está no impacto prático e educativo da investigação artística na sociedade.

As suas principais finalidades são o desenvolvimento de uma cultura de investigação partilhada entre as diversas áreas artísticas que o compõem, de modo a informar e desenvolver as suas práticas; a promoção do debate sobre os enquadramentos social, cultural e tecnológico da arte e do design; o desenvolvimento de carreiras de investigação em Arte e Design e o apoio a jovens investigadores.

Caracterização

O i2ADS é membro institucional da Society of Artistic Research (SAR) e integra a European Educational Research Association (EERA).

Engloba investigadores em artes visuais, artes performativas, desenho, design e educação artística, que reúnem conhecimentos especializados na prática e ensino da arte e do design, em práticas artísticas de envolvimento social, na criatividade digital, na arqueologia tecnológica e inovação. Estes conhecimentos são fundamentais para potenciar uma investigação ativa capaz de responder aos desafios dos sectores culturais e criativos na promoção de uma sociedade inclusiva, inovadora e reflexiva.

Presentemente, o engloba 39 investigadores integrados provenientes da Faculdade de Belas Artes e da Faculdade de Arquitetura, (Universidade do Porto) e da Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo (Instituto Politécnico do Porto). A sua equipa integra ainda 3 investigadores júnior, 32 bolseiros FCT de Doutoramento e 93 investigadores colaboradores de várias Universidades, Politécnicos e Instituições Culturais.

Objetivos

  • Criar um corpo de investigadores em Arte e Design que promovam atividades de investigação relevantes no panorama nacional e internacional;
  • Realizar trabalhos de investigação em articulação com outras instituições nacionais e internacionais, através de consórcios e redes, nomeadamente no espaço lusófono;
  • Assegurar a articulação da investigação com as formações pós-graduadas (cursos de especialização, mestrado e doutoramento);
  • Estreitar relações interinstitucionais e assegurar a prestação de serviços de relevância artística e científica à comunidade;
  • Disseminar o conhecimento produzido nos seus programas de investigação, mediante a organização de exposições, simpósios, e publicações de livre acesso;
  • Fomentar a mobilidade e o intercâmbio artístico e científico.

Investigação

O i2ADS estrutura as suas atividades em Programas de Investigação, onde se enquadram os seus Projetos de Investigação e Projetos Semente. Estes programas refletem as seguintes áreas de conhecimento e intervenção prioritárias da missão do i2ADS:

  • Computação, Práticas Híbridas e Cultura
  • Desenho entre Disciplinas
  • Educação Artística, Crítica e Sociedade
  • Interculturalidade e Sociedade
  • Prática Artística, Política e Envolvimento Social
  • Produção Artística, Processos e Estudos Tecnológicos

O i2ADS acolhe ainda Programas Artísticos Experimentais, que são conjuntos de atividades artísticas individuais ou coletivas, realizadas de forma sistemática no âmbito do i2ADS. Têm como propósito documentar e discutir o processo artístico mediante apresentações que incluam os meios da próprio prática.

Educação

O i2ADS enquadra dois programas de doutoramento da FBAUP: o Programa Doutoral em Educação Artística (DEA) e o Doutoramento em Artes Plásticas (DAP).

O DEA é um doutoramento em parceria com a Universidade de Lisboa. A investigação doutoral aborda áreas como as políticas de educação artística, o envolvimento com museus e instituições culturais, o envolvimento local com comunidades e escolas. O DAP baseia-se numa epistemologia inovadora cruzando contextos artísticos e investigativos. O programa reúne estudantes de diferentes nacionalidades na investigação artística em áreas como as alterações ambientais, práticas sociais no espaço público, práticas artísticas incorporadas e temporais, criatividade e tecnologia.

Pedidos de admissão

O i2ADS acolhe projetos de investigação e teses de doutoramento que se enquadrem nas suas áreas de investigação.

Os pedidos de admissão devem ser encaminhados para i2ads@fba.up.pt e dirigidos à Direção do i2ADS. Para mais informações, ver o Regulamento Interno do i2ADS.

Organização

O i2ADS é composto pelos seguintes órgãos:

Conselho Científico

Bruno Pereira (i2ADS/ESMAE-P.Porto)
Catarina Martins (i2ADS/FBAUP)
Fernando José Pereira (i2ADS/FBAUP)
José Carlos de Paiva (i2ADS/FBAUP)
Mário Azevedo (i2ADS/ESMAE-P.Porto)
Mário Bismark (i2ADS/FBAUP)
Paulo Luís Almeida (i2ADS/FBAUP)
Pedro Amado (i2ADS/FBAUP)
Sílvia Simões (i2ADS/FBAUP)
Tiago Assis (i2ADS/FBAUP)

Direção

Paulo Luís Almeida (Diretor)
José Carlos de Paiva
Manuela Bronze
Pedro Amado

Equipa de Gestão
Fabrício Fava (Investigador, Gestão de Plataformas Digitais)
Joana Carneiro (Bolseira, Design de Comunicação)
Luana Andrade (Bolseira, Gestão Editorial)
Margarida Dourado Dias (Investigadora, Gestão em Ciência e Tecnologia)

Conselho Consultivo
Ana Mae Barbosa (Professora Titular, Universidade de São Paulo)
Domènec Corbella Llobet (Artista, Professor Emeritus, Universidad de Barcelona)
John Baldacchino (Full Professor, University of Wisconsin-Madison)

Regulamento

A estrutura organizativa do i2ADS, dos seus órgãos de gestão e as tipologias, direitos e deveres dos seus investigadores estão descritos no Regulamento Interno do Instituto.

SUBMISSÕES E APOIOS
As submissões de propostas de projeto devem seguir o formulário de projeto e serem apresentadas à Direção do i2ADS, através do email dir.i2ads@fba.up.pt com cópia para o email i2ads@fba.up.pt.

Os pedidos de apoio para a edição de publicações devem seguir o formulário de apoio a edições e serem apresentados à Gestão Editorial, através do email editoriali2ads@fba.up.pt.
Esta proposta é avaliada pela Direção do i2ADS na primeira fase, e aprovada pelo Conselho Científico do i2ADS na segunda fase.
A aprovação da edição será efetivada mediante dois pareceres de revisores externos.
A política editorial e os procedimentos de apoio a publicações estão descritas nas normas complementares da linha editorial do i2ADS.

PUBLICITAÇÃO DE APOIOS
Todas as ações e resultados de investigação enquadrados nas atividades de investigação e produção artística do i2ADS devem ser corretamente identificadas com o logótipo do Instituto, e estar de acordo com as normas de comunicaçãonormas de aplicação do logótipo.

Relatórios de atividades

2022
2021
2020
2019