Programas Artísticos Experimentais

Noções como investigação artística, pensamento material ou paradigma performativo — que englobam a produção de artefactos, exposições, performances ou situações — são hoje comumente aceites no seu propósito de afirmar as contribuições da prática artística na produção de conhecimento em arte e design.

Se estas contribuições têm levado a uma reformulação dos procedimentos de investigação e da definição de conhecimento no seio da universidade e na sociedade, o contrário também sucedeu: o próprio enquadramento da prática artística tem-se alterado como consequência de um número cada vez maior de artistas e designers produzirem o seu trabalho num ambiente de investigação.

Os programas artísticos experimentais procuram tornar acessível a documentação dos processos artísticos e a disseminação dos métodos da prática de modo a apoiar novas abordagens experimentais, críticas e curatoriais. Como espaços de uma prática reflexiva, não são meros repositório de resultados da prática artística individual. Baseiam-se na exposição de práticas que abordam questões relevantes para a missão do i2ADS de forma sistemática. Têm como propósito documentar o processo artístico mediante exposições que incluam os meios da própria prática e o pensamento reflexivo que ela ativa. A apresentação do material documental é realizada no portal do i2ADS no Research Catalogue.

Explorar programas