book

Desenhar São Filipe

De tempos afastados se regista a proximidade consentida pelo Atelier Mar, que deslocou para as Ilhas de Cabo Verde, levas de professores e estudantes das Belas Artes do Porto, num movimento intercultural de partilha de aprendizagens, constituintes do que hoje é o “IDENTIDADES_Colectivo de Acção/Investigação — ID_cai” do i2ADS/FBAUP.

  • Edição
  • Leão Lopes, Mário Bismarck, Sílvia Simões
  • Ano
  • 2022
  • isbn | issn
  • 978-989-9049-35-2
Desenhar São Felipe

O desassossego do mar

Ninguém pode estragar a coisa linda que temos, se existe alguém que o pode fazer esse alguém é nos mesmos.
Amilcar Cabral

A minha Pátria é uma montanha Olímpica, tamanha! (…)
Pedro Cardoso

Tempos de partilha que estabeleceu fortes laços, protocolares entre instituições e de cumplicidades pessoais, que envolveram a formação da MINDELO_Escola Internacional de ARTE (M_EIA) e transportaram Cabo Verde para o interior do ID_cai.

Recentemente na Ilha do Fogo, vivenciando a resiliência da comunidade de Chã das Caldeiras em retomar as suas vidas depois da erupção vulcânica de 2014, ao lado de Leão Lopes e sendo M_EIA, estudantes e professores, percorreram a ilha e as ruas da cidade de S. Filipe, registando em desenho e entendendo a riqueza patrimonial de uma história cultural preservada e da vida pujante da sua actualidade.

Nestes caminho foi anteriormente publicado pelo i2ADS, em conjunto com o ‘ponto&vírgula’, o livro ‘Desenhar Chã’ (2019), registando o caminho que a investigação em artes propicia deseentenderoquesevê,eoquesepodever através de um desenhar que se adentra das pulsões que os territórios comportam, escutando os silêncios e a imensidão da capacidade de resiliência humana face aos desafios que se lhe apresentam.

José Carlos de Paiva