Pure Print

Pure Print

Projeto semente | i2ADS

Produção Artística, Processos e Estudos Tecnológicos

PURE PRINT, aborda a gráfica contemporânea de campo expandido, nos seus possíveis cruzamentos com as áreas tecnológicas e científicas do Vidro, Cerâmica, Fotografia, Pintura, Desenho. O histórico de projetos desenvolvidos situa-se no encontro da impressão ao livro de artista, organizado em 2012 e projetos pluridisciplinares IJUP/UP. Dando continuidade à sua linha científico-técnica, aborda sistemas não tóxicos de impressão, processos históricos da fotografia e gravura fotomecânica tradicional, a combinação com tecnologias digitais, e revisão de novos desenvolvimentos para processos de fotogravura sobre vários suportes (princípios permeográfico, calcográfico, planográfico). Aqui também assiste o propósito da sua recuperação de acordo com os atuais parâmetros de segurança e baixa toxicidade. A linha de investigação mais presente dirige-se a identificar e reconstituir no presente um património gráfico e fotográfico de origem comercial e sua apropriação no contexto da gravura original. Parte do levantamento, estudo e revalidação de procedimentos de transferência baseados num princípio de autogénese antecipadores do paradigma fotográfico, e prolonga a análise dos princípios criativos da reprodução ao estudo de métodos pós fotográficos e digitais. Foca-se na adaptação de procedimentos originários de contextos industriais e na recuperação arqueológica de procedimentos e respeito pelas metodologias de produção nos vários centros de produção onde ainda são praticados- contextos académicos, oficinas de edição, contexto comercial e industrial assim com o estudo de tratados e manuais editados em particular entre século XVIII e início século XX. Uma outra vertente, visa criar alternativas de oficina compatíveis com ambientes oficinais rudimentares, desenvolvendo métodos sustentáveis. Esta mesma vertente, pressupõe a auscultação e recuperação de procedimentos industriais e/ou artísticos caídos em desuso, numa arqueologia industrial e científica que recupera etapas e conhecimentos de contextos não artísticos, com posterior desenvolvimento de novas soluções aplicadas à produção gráfica contemporânea. As metodologias de revisão tecnológica implicam o estudo transversal aos procedimentos mais clássicos, e estudo sistemático às suas competências reprodutivas sedimentadas em séculos de inovação tecnológica transmitidos a partir da relação com os mestres no ativo, ou com a recriação com base documental. Sob esta orientação, a par da documentação e estudo de material original existente nas coleções e espólios, da FBAUP e outros, o recurso aos contributos de gravadores profissionais e respetivas escolas, este projeto documenta e disponibiliza a intensa declinação tecnológica presente na imagem impressa, pré e pós fotográfica. O cumprimento deste propósito, verifica-se na reconstituição seguida da recondução tecnológica à prática artística conduzida nas oficinas de técnicas de impressão situadas em contexto académico. Assim, da identificação dos processos gráficos e fotográficos correntemente adotados, à documentação dos processos usados em contexto industrial passíveis de integração em oficina artística, a conversão de vasta literatura técnica sobre procedimentos alguns dos quais em desuso, e atualização tecnológica de acordo com soluções mais compatíveis, verte para manuais  úteis a uma nova geração de praticantes. O projeto faz-se acompanhar de várias fases de ensaio, experimentação e aplicação, a primeira concorrida por formatos que incluem a sistematização tecnológica com equipas locais à realização de workshops, seminários e demonstrações com investigadores convidados; para documentar e compilar, recorre-se a criação de livros de espécimes, manuais, livros de artista e portfolios de obra gráfica. Uma das vertentes de divulgação situa-se na produção própria de livros de artista, publicações e edições limitadas de autor, presentes em Publicações como PPP- Pure PRINT PUBLICATIONIn Pure Print PaperD’après Abel Salazar criados nas oficinas a partir de recursos aí existentes, em parceria com empresas de encadernação e impressão locais. O projeto inclui ainda outros tipos de atividades teórico-práticas convergentes: palestras, exposições e programas de artista em residência, apresentados numa base anual através de encontros temáticos (Pure Print Classical Printmaking in contemporary art 2013, Pure Print Elements 2014, In Pure Print 2015, Pure Print Madrid. Book_Art Edition 2017 , Pure Print Porto 2018). As várias linhas de investigação  diferenciam-se em projetos de pesquisa  de curta duração (PAPEL MARMOREAD: reprodução e criação em contexto oficinal na FBAUP, VERNIZ BRANDO na Gravura em contexto reprodutivo e original, PAPEL DE TRANSPORTE Produção e aplicação prática em contexto oficinal FBAUP, GRAVURA A TOPO história, produção e aplicação à publicação ilustrada, D’APRÈS ABEL SALAZAR, LÁZARO: arqueologia de um património tecnológico de origem comercial, VIDRO E IMPRESSÃO: monocozeduras sobre superfícies vítreas, GILOTAGEM: reconstrução tecnológica de uma técnica do século dezanove, OZALID: entre cópia e original.

  • Instituições participantes
    LAMP El libro de artista como materialización del pensamiento/UCM/, Facultad de Bellas Artes, Universidad Complutense
    Instituto das Artes Universidade Rio Grande do Sul Grupo de Pesquisa Expressão dos Múltiplos PPGAV/IA/UFRGS – CNPq)
    Centro de Estudos de Arquitectura e Urbanismo da Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto (CEAU/FAUP) – Grupo Arquitectura: Teoria, Projecto, História (ATPH)

  • Investigadora responsável
    Graciela Machado