residência artística

Tropismo Fotográfico #2

Tropismo Fotográfico é uma residência artística que se centra na transição e renovação do próprio espaço que a acolhe — a Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, revisitando a sua história e arquivo, propondo um olhar crítico sobre este lugar de produção e criação artística, sobre as contiguidades que institui com a cidade e as possibilidades da sua futura configuração.

  • 12 Outubro 2020 —
  • 31 Maio 2021
  • Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto

Na sequência da residência realizada em 2018-2019, no âmbito da primeira edição da Bienal de Fotografia do Porto, em 2020-2021 retoma-se o tema originalmente proposto em torno da aquisição de um terreno contíguo à Faculdade de Belas Artes para ampliação das suas instalações. Os edifícios abandonados que nessa altura o povoavam, nomeadamente uma fábrica, um palacete e uma ilha deram lugar, nos últimos dois anos, a outras ocupações funcionando como estaleiro de apoio à obra de reabilitação do Pavilhão de Escultura e Pintura, como oficinas de modulação em gesso no interior do palacete, expandidas por contentores para ateliers de projecto dispostos no jardim.

Esta temática é ampliada através do projecto de investigação Ecologia da Imagem (I2ADS), que se centra na pesquisa de processos alternativos sustentáveis e biodegradáveis na revelação de película e papel fotográfico, reclamando outros sentidos no fazer das imagens e repensando as implicações ecológicas da sua produção.

Orientação: Susana Lourenço Marques

Especialistas convidados: José Carneiro, Jorge Ricardo Pinto, Luis Pinto Nunes, Tiago Assis, João Lima, Tiago Pinho, Inês Moreira, Vera Lúcia Carmo, Virgílio Ferreira

Participam na residência: Ana Vieira de Castro, Colectivo Lab.25 (Álvaro Oliveira, Miguel Teodoro, Rodrigo Machado e Rui Mota), Mariana Fogaça e Rita Almeida Leite