encontro

IMMER #3 – International Meeting on Museum Education and Research

O IMMER procura na sua terceira edição dar continuidade ao processo de reflexão e de discussão em torno das questões emergentes, processos de investigação e possibilidades práticas, desenvolvidos no território do educativo nos museus.

O IMMER – International Meeting on Museum Education and Research é um encontro científico que resulta de uma parceria entre o i2ADS – Instituto de Investigação em Arte, Design e Sociedade e o Museu do Douro, através do seu Departamento Educativo. A primeira edição ocorreu em 2018, a segunda em 2019 e desenha-se, agora, a sua terceira edição a acontecer em Novembro de 2021.

A realização do encontro tem por base reunir investigadorxs, estudantes e profissionais nos campos da educação, prática artística, curadoria e estudos museais e conjuntamente criar um espaço aberto à reflexão e ao diálogo, incorporando e confrontando as diversas narrativas atuais, num quadro de amplitude local, nacional e internacional.

O campo da educação em museus é hoje confrontado por um conjunto de críticas e de posicionamentos em relação à história da articulação entre a instituição museal e o campo educacional, às missões e programas dirigidos à participação, à apreciação, reprodução, e manutenção de valores hegemónicos ocidentais. As perspectivas pós-estruturalistas, feministas, queer e decolonizadoras têm vindo a tornar evidentes as relações de poder dentro deste campo e os processos de subjectivação a elas inerentes.

Propõe-se criar um campo informado e uma imersão crítica em torno das questões e dos posicionamentos das instituições atuais face à cultura contemporânea, debruçando-se sobre uma “teoria de mudança” perante as convencionais narrativas hegemónicas, paternalistas ou colonialistas ainda dominantes no contexto institucional atual. Assim, na sua terceira edição, o IMMER colocará em debate a questão da transformação.

Durante três dias, o grupo de participantes será convidado a olhar para o presente político no sentido de abrir possibilidades de outras histórias potenciais, expondo contradições, ambiguidades, tentativas, fracassos, e anexando a questão de um futuro, não de forma antecipatória, mas antes como a possibilidade de reimaginar o que ainda não sabemos, abrindo possibilidades inexpectáveis. Que transformações poderemos operar nas nossas próprias questões de modo a podermos explorar respostas transformadoras?

À semelhança das edições anteriores, o IMMER, visando alargar a discussão a uma esfera internacional, terá um conjunto de convidadxs internacionais, praticantes e investigadorxs neste campo. São elxs: Aida Sánchez de Serdio (Barcelona), a dupla da organização Trafo. K, Renate Höllwart e Simon Nagy (Vienna), Maria Vlachou (Portugal) e Matilde Seabra (Portugal).