conferência

II Conversations on Artistic Research

Como mapear a ligação entre a parte escrita e a parte objectual num projecto de doutoramento em artes?

  • 11 Dezembro 2019 —
  • 12 Dezembro 2019
  • Auditório Pavilhão Sul da FBAUP

Vários programas de doutoramento propõem que o artista-investigador apresente duas naturezas de trabalho, uma escrita e outra não escrita, de natureza objectual (como conceito aberto, incluindo todas as vertentes artísticas).

Sendo o Doutoramento em Artes Plásticas da FBAUP (DAP) um programa para artistas com uma prática autoral, o desafio que se coloca passa por explorar a conjugação da obra de arte como reflexão do universo pessoal do artista com o conceito de investigação. Investigação é aqui entendida como uma actividade comunitária e comunicativa que se baseia num conhecimento contextual que possibilita e dá uma base comum a essa comunicação colectiva.

Centrado em questões de investigação desenvolvidas ora na produção da obra de arte, ora num exercício de escrita, o artista-investigador reclama entrada numa economia da discursividade anteriormente apossada pela crítica e teoria da arte. Esta discursividade da investigação em arte* implica outros sentidos diversos da tradução do trabalho objectual ou sua conversão em texto.

A partir de seus trabalhos de investigação em curso iremos reflectir sobre as estratégias conducentes à articulação destas duas vertentes. Nesse sentido, convidam-se artistas, investigadores e artistas-investigadores pertencentes e próximos da comunidade do DAP a partilharem propostas de apresentações para a 2ª edição do encontro Conversations on Artistic Research.

*No sentido de Frayling.

 

Guest speaker

Juan Luis Toboso
Investigador, docente e curador em Arte Contemporânea. Doutor pela Faculdade de Belas Artes da Universidade Politécnica de Valência. Tem desenvolvido projetos curatoriais no contexto das artes visuais e do pensamento contemporâneo em colaboração com diversos centros internacionais de arte como o IVAM – Instituto Valenciano de Arte Moderno, Culturgest do Porto, CCCC – Centro de Cultura Contemporánea del Carmen, Azkuna Zentroa em Bilbao e a Fundação Calouste Gulbenkian. É membro de vários grupos de investigação universitários e de projectos de cooperação internacional baseados na criação de núcleos de pensamento em torno de novos processos contemporâneos de criação produção, crítica e difusão das artes. É Professor Auxiliar Convidado da ESAP, Escola Superior Artística do Porto e Curador Senior da Galeria Municipal do Porto.

 

Conferência

Abismo, possibilidade e resistência
Todo gesto criativo implica, estritamente falando, um confronto direito com a possibilidade aberta ao fracasso. Seja este fracasso um desastre acumulativo de múltiplas acções pelas quais nosso trabalho pode ser transbordado, seja através da exposição constante das nossas ideias a um estado de incerteza.

Este exercício, como forma de oposição à hiperatividade enunciada pelo estilo de vida neoliberal, anuncia uma forma de criação em que o risco de cair no vazio, explorando seus limites, suponha assumir a contradição como uma possibilidade de acção transformadora.

 

Inscrições

A participação é gratuita, com inscrição obrigatória aqui.