encontro

5ei_ea — Encontro Internacional sobre Educação Artística

O 5ei_ea encara a “CULTURA, pois claro!” como mote para uma aproximação às dinâmicas do local e miolo para melhor se entender a partilha do devir e do comum.

Em 2010 no M_EIA (MINDELO_Escola Internacional de Arte), em Cabo Verde/África), decorreu o I Encontro Internacional sobre Educação Artística (EI_EA1). No próprio encontro se decidiu sobre o interesse com a organização de um segundo evento que agenciasse novos debates sobre as complexas questões da Educação Artística.

Respondendo a esse interesse, realizou-se na cidade do Porto/Portugal, o EI_EA2, em Abril de 2012. Perante o interesse gerado e a crescente necessidade de se criarem espaços de debate, em 2014 realizou-se no Cariri/Brasil-CE, o EI_EA3, entendendo-se dever este evento passar a decorrer de dois-em-dois anos. Assim, em 2016, de novo em Cabo Verde realiza-se o EI_EA4. Formulou-se para o primeiro EI_EA (2010) o desejo de poder contribuir para se abrirem espaços de discussão que clarificassem a especificidade dos saberes e da investigação em Educação Artística e de se esboçar uma configuração atualizada de sua identidade. A adopção da designação de ‘Educação Artística’, assumida no título deste encontro, não pretendeu afastar outras designações, resultantes de percursos qualificados que em cada país ou contexto regional encontraram. O sentimento de que este é um campo feito da acumulação de saberes, vindos das teorias tecidas no interior da Educação Artística e das contribuições das Ciências da Educação e de um imaginário social sobre a Arte, suas práticas e atores, no atrevimento permanente de os questionar e de se abrirem outras possibilidades de acção.

Para 2018, programa-se a realização do EI_EA5, alojando-o em TONDELA, pequena cidade do interior de Portugal onde há mais de quarenta anos um grupo de interventores culturais promove uma singular acção cultural, envolvente das dinâmicas de desenvolvimento local. Com a ACERT e com o seu grupo TRIGO LIMPO, teatro ACERT, promove-se o V Encontro Internacional sobre Educação Artística que encara a “CULTURA, pois claro!” como mote para uma aproximação às dinâmicas do local e miolo para melhor se entender a partilha do devir e do comum.