PhilMe

Media Filosóficos — Escavar, Situar e Especular Dispositivos da Imagem

Projeto semente | i2ADS

Computação, Práticas Híbridas e Cultura
  • Referência
  • i2ADS-2023-PhilMe
  • Período
  • 02.01.2023 — 31.07.2024

A crescente emergência de tecnologias e meios computacionais digitais tem promovido um discurso de inovação tecnológica que parece ocultar as suas heranças e conexões com os media pré-digitais. No entanto, é na era pós-digital que vivemos uma condição no mínimo curiosa de automação e computação de processos técnicos e criativos com efeitos de experimentação, ressignificação e hibridez de media históricos e tradicionais. Conjuntura esta que enfatiza a necessidade de se pensar as genealogias e as relações que constituem os media, com atenção para suas descontinuidades e possíveis convergências de modelos e modos de produção e expressão.

Ciente disso, o projeto foca-se no estudo de dispositivos da imagem e propõe o seu entendimento como possibilidade de engajamento crítico e criativo com a ecologia dos media pré-digitais e contemporâneos. A investigação parte da abordagem da Metaimagem (desenvolvida no pós-doutoramento na FBAUP) que compreende a imagem como operação, processo e projeto. Com base nessa perspetiva alinhada com os estudos da arqueologia dos media, do pensamento computacional e do design crítico, procuramos escavar, situar e especular dispositivos da imagem.

O projeto irá investigar brinquedos pré-cinemáticos – também conhecidos como “brinquedos filosóficos” – e meios audiovisuais de transmissão e produção de conteúdos, performance e instalação em contextos de ciência e educação. Dessa forma, espera-se desenvolver estratégias analíticas para os media da imagem; elaborar metodologias e estratégias interdisciplinares, distanciando-se de abordagens dicotômicas para as tecnologias; e promover a literacia com base na problemática dos dispositivos da imagem.

 

O projeto está organizado em três momentos:

Escavando media: dedicado aos estudos e explorações arqueológicas de conceitos, objetos e processos da imagem. Envolve o estado da arte de projetos e estudos com foco nos dispositivos e objetos da imagem, na arqueologia dos media e media imaginários, dos estudos de pensamento computacional e design crítico. A pesquisa inicia com um olhar para o acervo da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto e esperase que se expanda a instituições parceiras.

Situando a ecologia dos media: compreende o trabalho de seleção dos media levantados no momento anterior para aprofundamento sobre suas identidades, histórias e materialidades. Nesse contexto, serão propostas aulas abertas e sessões de manipulação de dispositivos da imagem com estudantes e investigadores para produção crítica.

Especulando media: voltado para a análise e sistematização das sessões práticas promovidas anteriormente, esta fase focará na criação e experimentação de programas e “media filosóficos” para contextos de comunicação de ciência e educação em arte e design.

  • Investigador responsável
    Camila Mangueira

  • Equipa
    Fabrício Fava (i2ADS/FBAUP)