Amanda Midori

Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto

bolseira FCT // estudante de doutoramento

Doutoranda em Educação Artística pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, Portugal. Mestre em Arte e Design para o Espaço Público pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, Portugal. Especializada em Educação Inclusiva pelas Faculdades Metropolitanas Unidas, São Paulo, Brasil. Bacharel e Licenciada em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Brasil. Adquiriu bolsa de estudos do Programa de Bolsas Luso Brasileiras do Santander Universidades. Atuou como professora-tutora do Ensino Superior na modalidade EAD no Complexo Educacional FMU/FIAM-FAAM, São Paulo, Brasil. Foi Bolseira de Gestão de Ciência e Tecnologia pela FCT no Instituto de Investigação em Arte, Design e Sociedade – i2ADS/FBAUP. É atualmente Bolseira de Doutoramento pela FCT e investigadora integrada não-doutorada no i2ADS/FBAUP.

 

Título da tese
“Arte para todos?”: Elvira Leite e os desafios de uma atuação entre o artístico e o educativo

Referência FCT
SFRH/BD/145876/2019

Resumo
Este projeto centra-se no estudo da prática artística-educativa de Elvira Leite (Porto, 1936), artista plástica e educadora que, de 1960 ao presente, atua no cruzamento e deslocamento entre o artístico e o educativo, tornando-se uma das figuras mais pertinentes na constituição do campo de ação da educação artística em Portugal. Será realizado um estudo exaustivo das suas práticas – jogos, livros, projetos e estratégias artístico-educativas –, constituindo-se através delas um arquivo histórico e experimental, permeado pela perspectivação da sua prática num panorama nacional e internacional de experiências que atravessaram a educação artística e a prática artística na segunda metade do século XX, e que despoletaram, no final dos anos 2000, a emergência do educational turn como campo de discussão nas artes contemporâneas. Este movimento, aqui formulado como lente epistemológica, é mobilizado e problematizado nas tensões e potências que abre para pensar a intersecção da arte com a educação.

Orientação
Catarina Martins (orientação) e Rita Bredariolli (co-orientação)

 

Mais info