O percurso da aprendizagem do desenho em Henrique Pousão e o uso das cadernetas

A doação à Academia Portuense pelo pai do pintor Henrique Pousão (Vila Viçosa, 1 de Janeiro de 1859 – Vila Viçosa, 20 de Março de 1884) da totalidade da sua obra gráfica enquanto estudante, permitiu, de uma maneira única e excepcional, preservar grande parte do percurso evolutivo da sua formação. Este conjunto de desenhos permite-nos seguir passo a passo a evolução da sua aprendizagem, perscrutando as pedagogias, normas e modelos do ensino académico do último quartel do séc. XIX, confrontando aqui este percurso do Henrique Pousão dentro da Academia, com o uso relevante e irreverente da utilização das suas “cadernetas” (diários gráficos).

Autor(es)
Ano 2012
Tipo Artigo de opinião em jornal, Artigo electrónico
Publicação Revista Imaginar, 54
Páginas 52-58
Editora Edições APECV – Associação de Professores de Expressão e Comunicação Visual
ISBN / ISSN 1646-6845
Idioma português
Link Ver Link