Funções e Tarefas do Desenho no Processo Criativo

Resumo

Este trabalho tem como objetivo analisar o papel do desenho no processo artístico contemporâneo, partindo do estudo de um conjunto de ações práticas levadas a cabo no seu desenvolvimento. Estas ações, denominadas como Funções e Tarefas, procuram salientar que é possível distinguir no campo de ação do desenho (neste contexto particular), ações com características fundamentalmente abstratas e genéricas que motivam a intenção – as Funções, e ações com características fundamentalmente práticas que procuram responder a essa intenção – as Tarefas.

Distingue-se também neste contexto, que as diferentes Funções e Tarefas do Desenho se desdobram em distintas orientações processuais denominadas por Movimentos de Convergência e Movimentos de Disseminação, ou seja, o processo vive de uma atividade que, ora fundamentalmente converge para resolver ou chegar a um objetivo concreto – uma síntese, ora se expande e dissemina possibilidades que privilegiam fundamentalmente a ação processual em si mesma. O carácter interativo dos Movimentos faz com que as referidas Funções e Tarefas se desdobrem numa atividade também ela interativa e dinâmica, associada com as características destes Movimentos.

Esta estrutura de estudo, serve a proposta de um modelo contemporâneo do desenho que conceptualmente se identifica com a ideia de diagrama e que na prática opera como uma espécie de colagem. Fortalecido por uma perspetiva relacional e dinâmica da matéria do processo, este modelo pretende salientar a forma como recorrentemente o autor relaciona e dispõe informação variada e heterogénea e que muitas vezes ultrapassa a utilização exclusiva de elementos associados à tradição plástica do desenho.

Esta perspetiva é centrada e fundamentada na análise de testemunhos práticos e teóricos de autores que utilizam o desenho nos seus processos e que culminam em Casos de Estudo situados ou iniciados fundamentalmente nas décadas de 60 e 70 do século XX.

O modo como estes autores centralizam a sua atividade artística no processo e o papel determinante que o desenho vai integrar nessa atividade, fortalece a atualidade do desenho como prática que adota essencialmente um modelo dispositivo, relacional e dinâmico movido pela interação das referidas Funções e Tarefas do Desenho.

Autor(es)
Ano 2010
Tipo Tese
Instituição Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto
Grau Doutoramento
Orientador(es) Professor Pintor Mário Bismarck; Coorientador: Professor Doutor Paulo Freire de Almeida
Idioma Portuguese
Área Drawing