Exploração dos efeitos da aprendizagem musical

O objectivo deste trabalho foi o de contribuir para um melhor entendimento sobre os benefícios da aprendizagem musical. A aprendizagem em música desenvolve capacidades pessoais, sociais e cognitivas, que por sua vez podem potenciar o desempenho académico. Questionou-se um grupo de 60 estudantes das Licenciaturas em Música da Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo acerca das razões que os levaram a ser músicos. Os resultados indicaram que o principal factor de motivação dos alunos é o de atingir elevados níveis de realização artística e, consequentemente, pessoal. A fim de prosseguirem a sua actividade estes estudantes necessitam de grande persistência, criatividade, experimentação, confiança e capacidade de trabalhar em equipa. No entanto, além do desenvolvimento destas capacidades, a literatura existente descreve correlações significativas entre aprendizagem musical e desenvolvimento cognitivo, nomeadamente de capacidades matemáticas. Assim, serão apresentados estudos que revelam as relações mais significativas entre música e matemática, mais especificamente entre música e raciocínio espacial-temporal (importante em conceitos matemáticos). A inferência é sustentada numa série de estudos que exploram os efeitos da prática de teclado no raciocínio espacial-temporal,
sugerindo que o domínio de um instrumento ajuda a desenvolver a compreensão matemática. A existência de uma correlação entre aprendizagem musical e desempenho matemático tem fortes implicações educacionais, especialmente na inclusão ou manutenção do ensino da música no currículo académico nacional.

Ano 2008
Tipo Capítulo de Livro
Publicação Música. Arte. Diálogo. Civilización.
Páginas 17-25
Editora Center for Intercultural Music Arts
Local Coimbra
Ed/Org Fernando Ramos / María Angustias Ortiz Molina
ISBN / ISSN 978-989-95257-5-7
Idioma Portuguese
Link Ver Link