Espaços Relacionais: Where does a conversation lie?

Esta comunicação procurará aprofundar o debate sobre o lugar e a identidade para além da habitual crítica à sitío-especificidade baseada na imutabilidade da relação entre a obra e o lugar. Interessar-me-á falar sobre identidade, tendo em conta que esta não é justificativo de determinadas (e determinantes) funções sociais, mas antes encarada enquanto motor de uma postura crítica em relação à cultura e, no meu caso em particular, em relação à prática artística. Por outro lado, interessar-me-á também falar da ideia de lugar – ou lugares – não enquanto fantasia cultural mas sim enquanto locus representativo da fluidez da cultura ela mesma.

Publicado também em Sara Matos (ed.) Margens, Arte Contemporânea, Oficinas do Convento, Montemor-o-Novo, 2007, pp.193-202.

Ano 2010
Tipo Artigo de opinião em jornal, Artigo electrónico
Publicação Metapractice - Espaço editorial para o Mestrado em Arte e Design para o Espaço Público
Editora Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto
Local Porto