Escrever sobre Design na Internet

Excerto:

“Serve assim o presente texto como um ensaio argumentativo sobre o que significa escrever sobre design na internet. Funciona tanto como uma declaração de intenções, como uma espécie de teoria crítica. Não se limita apenas a descrever o acto de escrever na internet mas tenta relacionar esse acto tanto com a escrita tradicional sobre design como com a situação onde ela é exercida neste momento. Qual é a diferença que faz. Na verdade, trata-se de uma tentativa de fornecer um argumentário básico às objecções e preconceitos sobre escrever sobre design na internet. Muito do que se cobre aqui serve também para a escrita sobre outros assuntos, mesmo em suportes que não os blogs ou mesmo a internet. O argumento base que se tenta demonstrar é a relação necessária entre a discussão pública e a própria ideia de democracia – que não é possível – em suma – limitar as intervenções a suportes tidos como legítimos sem pôr em causa a própria ideia de democracia. Não é certamente uma ideia nova; não sou o primeiro a fazê-lo, nem serei o último. Discutir a democracia não é nem pode ser original (até certo ponto, é uma redundância: a democracia discute-se por natureza).”

Ensaio argumentativo sobre a especificidade da crítica de design em plataformas digitais.

Publicado em antologia de textos sobre design organizada pelo Professor Emílio Vilar, Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa (no Prelo).

Autor(es)
Ano 2013
Tipo Capítulo de Livro
Publicação Design, crise e depois
Editora Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa
Ed/Org Emílio Vilar
ISBN / ISSN 978-989-8300-56-0