O desenho como metáfora do design: o desenho como imagem, o projecto como representação.

Neste paper, a evocação do objecto e a sua experiência é considerada através da análise do desenho como função disciplinadora do projecto.

Partimos do argumento de que o desenho é a linguagem visual que imagina, analisa e torna visível a materialidade do projecto. O desenho enquanto função que materializa o projecto, na condição de existência para… é, neste caso, mediador da representação (expressão técnica), acto de classificação que discrimina e influencia o projecto (programa) e marca interpretativa da imaginação (autoria).

O tema que nos propomos desenvolver é a consideração do desenho como um conjunto de imagens que enquanto linguagem configura a realidade projectual. Interpretamos essa presença considerando o objecto como realidade da representação. Abordaremos a questão da “era of multiplicity”, da “open creativity” proposta pela abertura do campo projectual do design pela via do conhecimento pelo desenho ou seja, não como valores adoptados conjunturalmente pela disciplina do design mas como resultado disseminado pela prática do desenho.

Neste caso, o desenho é instrumento que veicula e interpreta uma determinada expressão cultural transferindo-a para o projecto fazendo com que este adquira um registo simbólico específico.

Partimos da hipótese de que a influência cultural e simbólica de um determinado espaço será diferenciadora do resultado projectual conferindo identidade própria ao objecto. Procuramos  justificar a hipótese através da importância do desenho como linguagem visual que deriva, na contingência da sua existência ocidental, do campo artístico. Ou seja, atribuindo ao desenho, através da experiência mediada pelo corpo, a capacidade de ser interprete crítico do projecto libertando o objecto de design da sua exclusiva dimensão técnica configuradora de conteúdos. O nosso contexto de interpretação do desenho aborda a prática de designers portugueses com obra reconhecida pelos seus pares. A investigação procura integrar cientificamente a análise ontológica do desenho através de exemplos de desenho de projecto recolhidos no âmbito da investigação em curso. (as imagem 1, 2, 3, são exemplos pontuais entre outros que apresentaremos no full paper).

Procurar-se-á verificar o modo de utilização do desenho na tentativa de contribuir para o conhecimento do design através da percepção da sua autoria proposta através de três vectores: 1. no seu modo autoral e imagético, 2. no seu modo tecnológico e classificatório, 3. no seu modo programático e representativo.

Conclusivamente, propomos o desenho como uma linguagem de múltiplas percepções, possivelmente fragmentadas, fissuradas, desencontradas, possivelmente, trans-figuradas em metalinguagem do projecto.

 

Bibliografia:

Cicalò, E. 2010. Immagini di progetto. La rappresentazione Del progetto e Il progetto della rappresentazione. Milano: Franco Angeli

Cook, Peter 2008. Drawing. The motive force of architecture. England: John Wiley & Sons, Lda

Côrte-Real, E. (ed.) 2010. The Triumph of Design. O Triunfo do Desenho. Lisboa: Livros Horizonte | UNIDCOM/IADE

Côrte-Real, E. 2001. O Triunfo da Virtude. As origens do desenho arquitectónico. Lisboa: Livros Horizonte

Garner, S. 2008. Writing on Drawing. Bristol, UK / Chicago, USA: Intellect Books

Goldschmidt, G., Porter, W. L. (eds) 2004. Design representation. London: Springer-Verlag

Lanfranchi, F. 2008. Liguaggio di-segni. Considerazioni sulla comunicazione gráfica d’architettura. Roma: Aracne

Luca, P. D. (cura di) 2008. Intorno all’immagine. Milano: Mimesis Edizioni

Pinotti, A., Somaini, A. (eds.) 2009. Teorie dell’immagine. Il dibattito comtemporaneo. Milano: Raffaello Cortina Editore

Poeiras, F. 2006. “Pragmáticas do desenho em Design” in: Cadernos PAR – Pensar a Representação. Leiria: ESAD.CR, Instituto Politécnico de Leiria, 35-47

Quici, F. 2004. Tracciati di invenzione. Euristica e disegno di architettura. Torino: UTET

Autor(es)
Ano 2012
Tipo Publicação em Actas
Publicação UNIDCOM/IADE’s 6th International Conference, Senses & Sensibility in Lisbon: Advertising, Design, Fashion, Marketing, Photography and Visual Culture in the Right Place.
Páginas 151-166
Editora UNIDCOM/IADE - Research Unit of Communication and Design
Local Lisboa, Portugal
Ed/Org E. Côrte-Real, C. Duarte, F. Rodrigues (coord.)
ISBN / ISSN 978-989-8473-04-2
Idioma English
Link Ver Link