ARTE/desENVOLVIMENTO

RESUMO
A tese inscreve-se na área da pintura e decorre no sentido da sua filiação no campo mais alargado das artes plásticas. Investiga a natureza dos argumentos que um autor mobiliza na procura de uma intervenção artís- tica que corresponda à sua implicação no social.
Embora deslocando a análise no processo que antecede a produção artística, não se deixa de se inscrever no estudo a necessidade de gravar, nos objectos criados, uma pregnância que se projecte sobre o especta- dor e que promova o nexo que o autor lhe confere. Neste sublinhar da carga inerente a cada produto artístico — resultado mágico de uma experiência acumulada e marca do esforço de contaminação que se lhe quer imprimir — estabelece-se um vínculo com o empenho de muitos artistas contemporâneos que pretendem intervir no campo preciso da arte, na dimensão política que se insubordina face às injustiças. O estudo centra-se no espaço de intimidade de um artista plástico, com precisão o próprio autor da tese, para com maior precisão se apresentar o sentido autoral construído no envolvimento colaborativo promovido com outros artistas, professores e estudantes de arte, autores culturais e promotores do desenvolvimento junto de comunidades e populações de geografias variadas (Moçambique, Cabo Verde, Brasil e Portugal). Esta geografia decorre do interesse em criar e alojar, em espaços afastados dos centros dominantes do mercado globalizado da arte, relacionamen- tos duradouros com comunidades pobres de países em desenvolvi- mento, empenhadas na melhoria das condições de vida,.
A importância da análise do processo de construção da identidade do autor, efectuada através do relato de um percurso interrelacional que per- mite configurar a sua postura crítica perante o estado da arte, remete para uma leitura do mundo em que vivemos, realizada a partir da matriz cultural ocidental, situado no limiar do século XXI, num presente que sedimenta a história fundada nos confins da memória colectiva: presente
que procura novos paradigmas que superem o esgotamento do esforço do modernismo e do colonialismo e que possibilitem o exercício cívico da democracia, de modo generalizado. Assim, ao clarificar essa postura do autor sobre o mundo da arte, revela- -se, num modelo intimista, a arquitectura ideológica do seu relaciona- mento com esse campo e a forma como persegue uma intervenção artística lúcida e não inócua.
Os resultados do trabalho de investigação sobre quatro estudo de casos são apresentados para dar consistência, pela sua exemplaridade, ao pro- cesso de construção da identidade autoral do próprio autor da tese. Estes casos, ocorridos e aqui narrados,situando geograficamente as intervenções artísticas e o envolvimento político, permitem esclarecer a importância de um olhar atento para o exterior do campo da arte, no sentido de avaliar as possibilidades de relacionamento comunicacional para além do Ocidente e as interferências partilhadas com as populações que se podem estabelecer sobre o espaço público local e sobre o quoti- diano.
Por nascimento e formação o autor confessa a sua matriz cultural como localizada no Ocidente e estuda o valor da confrontação com outras rea- lidades e a sua imprescindibilidade para se qualificar a implicação nos processos de desENVOLVIMENTO.

Ano 2009
Tipo Tese