Arte | Outra Introdução Política para o Desenvolvimento

Excerto:

“1. A palavra ‘desenvolvimento’ assusta. ainda mais.

Ficámos afundados na ideia de um desenvolvimento apenas económico que, se no seu tempo original da revolução industrial foi marcante, nestes dias neoliberais e capitalistas, mais ainda o é. Nos últimos anos a designação de países ‘em desenvolvimento’ ou outras que tais, define o recorte da área do poder, apresentando a condescendência de que qualquer pessoa pode chegar a fazer parte da esfera ‘dos poderosos’. No entanto, e claramente se mantêm e dilatam as relações hierárquicas assim como o fosso que as separa. Funda-se numa voz única, o discurso de sombra financeira de um mundo de desigualdades catastróficas, perpetuadas sobre si mesmo.
Nada distraída com o espectáculo promovido pelas grandes potências, Conceição das Crioulas, pequeno território perdido no sertão do Brasil, luta para seu desenvolvimento. Qual? Aquele que é transversal e humano. Ou, se desconstruirmos a palavras ‘des-envolvimento’, esta sugere-nos o processo de libertação ou de saída que cercam e perdem o ser humano e impedem a sua realização como ser individual, social e ambiental (José Pedro Barata, n. d. in Amaro, 1990). “

Autor(es)
Ano 2011
Tipo Capítulo de Livro
Publicação Investigar a partir da Acção Intercultural
Páginas 39-45
Editora GESTO e i2ADS
Local Porto
Ed/Org José Carlos de Paiva e Catarina S. Martins
ISBN / ISSN 978-972-9171-76-5
Idioma Português
Link Ver Link