A Investigação em Arte e a possibilidade, ou impossibilidade, de se Fazer Falar a Pintura

Se bem que a essência da arte tem, em si-mesmo, uma matriz geradora de investigação, o acto criador poderá ser, mesmo assim, um acto de investigação? A investigação em arte parece não preceder a (criação em) arte. Se a pintura é uma produção de infinitos, que suscita uma interpretação perma-nentemente provisória, aberta, sensível, circular, e que se diz. Que possibilidade da investigação na pintura? A investigação aparentemente não cria, apenas interpreta ou explicita, não a criação artística, mas o objecto artístico enquanto objecto que diz. Se a criação em arte é pensamento e acção; a investigação em arte é observação e enunciação. A investigação em arte não substitui ou condiciona a arte; a criação em arte parece ser a única possibilidade da arte, atribuindo sentido ao único, à diferença, à excepção, ao transcendente. A investigação em arte não parece ser igual a criação em arte, justamente porque o método (da investigação) é diverso do processo (da criação).

[:pt]Autor(es) [:en] Author(s)
Fatal error: Uncaught Error: Call to undefined function more_fields() in /home/i2ads/public_html/wp-content/themes/i2ads/content-single-publications.php:21 Stack trace: #0 /home/i2ads/public_html/wp-includes/template.php(724): require() #1 /home/i2ads/public_html/wp-includes/template.php(671): load_template('/home/i2ads/pub...', false) #2 /home/i2ads/public_html/wp-includes/general-template.php(168): locate_template(Array, true, false) #3 /home/i2ads/public_html/wp-content/themes/i2ads/single-publications.php(6): get_template_part('content-single-...', '') #4 /home/i2ads/public_html/wp-includes/template-loader.php(78): include('/home/i2ads/pub...') #5 /home/i2ads/public_html/wp-blog-header.php(19): require_once('/home/i2ads/pub...') #6 /home/i2ads/public_html/index.php(17): require('/home/i2ads/pub...') #7 {main} thrown in /home/i2ads/public_html/wp-content/themes/i2ads/content-single-publications.php on line 21