A condição Trans em Desenhos Maleáveis: memória, jogo e hiperdesenho

Resumo

Este artigo discute o potencial do jogo, do ato performativo e da memória incorporada no processo do desenho. Expõe-se o enquadramento teórico e experimental, e discutem-se alguns resultados preliminares. Neste projeto, o jogo está relacionado com materiais, gestos, e comportamentos atualizados por uma memória processual e autobiográfica (Foster, 2011). O papel desta memória é investigado, experimentalmente, através da criação de desenhos baseados em comportamentos restaurados (Schechner, 1985), isto é, processos compostos por fragmentos de outros processos, de diversas proveniências. Com os Desenhos Maleáveis podemos refletir sobre a condição trans do desenho entre memória e jogo, desenho e escultura, lúdico e performativo.

Palavras-chave: desenho, memória, jogo, hiperdesenho.

Ano 2013
Tipo Publicação em Actas
Publicação Seminário Nacional de Pesquisa em Arte e Cultura Visual - edição 2013
Páginas 632-645
Editora Faculdade de Artes Visuais da Universidade Federal de Goiás - Brasil
Local Goiás - Brasil
Ed/Org Monteiro, R. H. e Rocha, C.
ISBN / ISSN 2316-6479
Idioma Português
Link Ver Link