PURE PRINT

PURE PRINT, aborda a gráfica contemporânea de campo expandido, nos seus possíveis cruzamentos com outras áreas tecnológicas e científicas existentes na FBAUP, Vidro, Cerâmica, Fotografia, Pintura, Desenho. O histórico de projetos desenvolvidos situa-se no encontro da impressão ao livro de artista, organizado em 2012 e projectos pluridisciplinares IJUP- UP. Dando continuidade à sua linha científico-técnica, aborda sistemas não tóxicos de impressão, processos históricos da fotografia e gravura fotomecânica tradicional, a combinação com tecnologias digitais, e revisão de novos desenvolvimentos para processos de fotogravura sobre vários suportes (princípios permeográfico, calcográfico, planográfico). Aqui também assiste o propósito da sua recuperação de acordo com os atuais parâmetros de segurança e baixa toxicidade. A linha de investigação mais presente dirige-se a identificar e reconstituir no presente um património tecnológico de origem comercial e sua apropriação no contexto da gravura original. Parte do levantamento, estudo e revalidação de procedimentos de transferência baseados num princípio de autogénese antecipadores do paradigma fotográfico, e prolonga a análise dos princípios criativos da reprodução ao estudo de métodos pós fotográficos. Foca-se na adaptação de procedimentos originários de contextos industriais e na recuperação arqueológica de procedimentos e respeito pelas metodologias de produção nos vários centros de produção onde ainda são praticados- contextos académicos, oficinas de edição, contexto comercial e industrial assim com o estudo de tratados e manuais editados em particular entre século XVIII e inicio século XX. Uma outra vertente, visa criar alternativas de oficina compatíveis com ambientes oficinais rudimentares, desenvolvendo emulsões de aplicação direta sustentáveis, em substituição dos procedimentos com origem industrial, como é o caso dos fotopolímeros, ou emulsões diretas usadas na indústria electrónica, ou os decalques para a aplicação a suportes cerâmicos e vidro. Esta mesma vertente, pressupõe a auscultação e recuperação de procedimentos industriais e/ou artísticos caídos em desuso, numa arqueologia industrial e científica que recupera etapas e conhecimentos de contextos não artísticos, com posterior desenvolvimento de novas soluções aplicadas à produção gráfica contemporânea. As metodologias de revisão tecnológica implicam o estudo transversal aos procedimentos mais clássicos, e estudo sistemático às suas competências reprodutivas sedimentadas em séculos de inovação tecnológica transmitidos a partir da relação com os mestres no activo, ou com a recriação com base documental. Sob esta orientação, a par da documentação e estudo de material original existente nas coleções e espólios, da FBAUP e outros, o recurso aos contributos de gravadores profissionais e respectivas escolas, este projecto documenta e disponibiliza a intensa declinação tecnológica presente nesta área da reprodução da imagem, pré e pós fotográficos. O cumprimento deste propósito, verifica-se na reconstituição tecnológica nas oficinas de técnicas de impressão situadas em contexto académico. Assim, a identificação dos processos fotomecânicos correntemente adoptados, à documentação dos processos usados em contexto industrial passíveis de integração em oficina artística, a conversão de vasta literatura técnica sobre procedimentos alguns dos quais em desuso, e actualização tecnológica de acordo com soluções mais compatíveis, verte para manuais úteis a uma nova geração de praticantes. O projeto faz-se acompanhar de várias fases de ensaio, experimentação e aplicação, a primeira concorrida por formatos que incluem a sistematização tecnológica com equipas locais à realização de workshops, seminários e demonstrações com investigadores convidados; para documentar e compilar, recorre-se a criação de livros de espécimes, manuais, livros de artista e portfolios de obra gráfica. Uma das vertentes de divulgação situa-se na produção própria de livros de artista, publicações e edições limitadas de autor, presentes em Publicações como PPP- Pure PRINT PUBLICATION, In Pure Print Paper, D’après Abel Salazar criados nas oficinas a partir de recursos aí existentes, em parceria com pequenas empresas de encadernação e impressão locais.

O projeto inclui ainda outros tipos de actividades teórico-práticas convergentes: palestras, exposições e programas de artista em residência, apresentados numa base anual através de encontros temáticos (Pure Print Classical Printmaking in contemporary art 2013, Pure Print Elements 2014, In Pure Print 2015, Pure Print Madrid. Book_Art Edition 2017 , Pure Print Porto 2018). As várias linhas de investigação  diferenciam-se em programas de pesquisa  de curta duração (PAPEL MARMOREADO REPRODUÇÃO E CRIAÇÃO EM CONTEXTO OFICINAL NA FBAUP, VERNIZ BRANDO NA GRAVURA EM CONTEXTO REPRODUTIVO E ORIGINAL, PAPEL DE TRANSPORTE Produção e aplicação prática em contexto oficinal FBAUP, GRAVURA A TOPO história, produção e aplicação à publicação ilustrada, D’APRÈS ABEL SALAZAR, LÁZARO . ARQUEOLOGIA DE UM PATRIMÓNIO TECNOLÓGICO DE ORIGEM COMERCIAL,VIDRO E IMPRESSÃO: MONOCOZEDURAS SOBRE SUPERFÍCIES VÍTREAS).

O acesso à informação e documentação do PURE PRINT faz-se através da divulgação dos programas PURE PRINT, encontro internacional de Gravura. A edição de 2017 concretizou-se em colaboração com grupo de investigação como LAMP sediado na Universidade Complutense de Madrid, em Abril de 2017.  O PURE PRINT terá duas venues em 2018, com a entrada do Instituto das Artes da UFRGS, Brasil, e sua programação agendada para Novembro de 2018.

Ao longo dos últimos 5 anos o programa produziu 52 Workshops, 25 exposições, 18 demonstrações, 34 palestras/conversas, 2 seminários, 2 master class, 7 projetos. Os participantes têm por proveniência Portugal, Espanha, Bélgica, Japão, Canada, Estónia, Letónia, Itália, Lituânia, Irlanda, Reino Unido, Polónia, Brasil, Coreia do Sul,

Parcerias Vicarte, Lamp, Ceau

Uma edição: um exemplo

Pure Print Porto, Encontro Internacional de Gravura, propôs na sua quinta edição, o encontro entre a gravura e a herança gráfica na cidade do Porto. O projeto baseia-se numa deriva experimental in situ – gráfica – em torno da cidade do Porto, de que nela se potencia como prática oficinal.  Neste caso, repete o formato testado em In Pure Print 2015, e concentra o desenvolvimento prático no estudo de duas lojas localizadas na rua do Belomonte, Francisco Costa & irmão e Escovaria de Belmonte. Já a dinâmica do encontro com a duração de três meses, antecipou e apostou nesta fuga à rotina e aos espaços de referência situados em contexto académico, e, na cidade, em lojas, pequenas empresas, com workshops como o “Creative Bookbinding” sob orientação Lennart Mänd, focado na produção do livro e sistemas de encadernação, com arranque em encadernadora local António Sousa Oliveira Herdeiros. Aqui o levantamento de materiais, equipamentos complementares aplicados na encadernação analisam-se como princípio de colaboração entre profissionais (encadernadores, impressores e outros) no activo, tal como aplicado na produção do Pure Print Publication.  É pois método de trabalho, a inclusão de sessões exploratórias da prática da gravura, impressão ou estruturas de suporte à produção do livro, a partir de contextos oficinais comerciais dispersos na cidade em parte dos workshops.  Em edições anteriores, este mesmo formato foi comprovado com o estudo da Casa soleiro no workshop Print Preview V, a permitir construir uma oficina de gravura em contexto académico. Das ferramentas, à artesania dos couros, á entrevista dos interlocutores de uma loja de comércio tradicional, fica o princípio de reconstituição numa cidade do último processo com sucesso comercial a anteceder os processos fotomecânicos da zincogravura.

Pure Print Porto, inclui, pois, uma semana de maior intensidade, com programa de workshops “Moving Street”.  Na sua antecâmara, o desenvolvimento de ferramentas na escovaria do Belomonte, e a selecção de pigmentos e lacas usados na produção de tintas e vernizes. Do conhecimento e observação dos espaços, participantes produzem um portfolio de gravuras a partir de técnicas de relevo e em oco, em pontos precisos e seleccionados situados dentro e fora dos edifícios e lojas, observando a relação entre os mesmos e a rua. Aqui, verifica-se como a gravura pode acontecer em vários espaços e apoiar no reconhecimento de um contexto local em mudança, o património tecnológico e documental ainda existente na cidade do Porto.  Os conteúdos do programa, com Print Proposals as exposições, Print Problems as demonstrações e conversas in situ ou na oficina,  são organizados numa cadeia que permite aceder,  estudar e cruzar materiais. Uma rua do Porto apenas, torna-se no objecto de análise e princípio de produção de imagens impressas, num ensaio sobre a gravura do natural e montagem de oficina no exterior, numa verificação de novos contextos experimentais para a criação da gravura já iniciados a partir do projeto D’Après Abel Salazar.

Como Pure Print, o encontro prossegue na verificação de um campo experimental ilimitado, e acolhe a reedição de workshop que permitem actualizar novos desenvolvimentos concretizados pleos parceiros. Guntars Sietiņš e Janis Murosvkis em Moving street printmaking tactics: old and new photomechanical printing techniques.

Os formatos práticos promovem a partilha de conhecimentos sobre distintas tecnologias de impressão (técnicas de relevo, calcográficas, híbridas, encadernação), combinando métodos de arqueologia tecnológica, já iniciados no âmbito do projeto Lázaro, e a criação de um ensaio poético visual, atento às variações de forma da imagem impressa e às alterações de significado nelas implícitas. Revendo um conceito de plein air exclusivamente aplicado ao ensaio sobre a gravura do natural, neste encontro, propõem-se atividades que testem a difícil relação entre exterior e interior na gravura, entre exigência de espaços oficinais especializados e a vontade em estabelecer uma relação direta da cidade. Por isso, esta prospecção insistente permite agora lançar uma programação em parceiro Instituto das Artes da UFRGS, agendada para Novembro de 2018.

Coordenador(es) de Projeto Graciela Machado
Data de Início - Fim 2013-01
Hub de Investigação Artes, Design e Tecnologias
Output Evento
Print OPEN

Evento
Modos de editar: património, tecnologia, fronteiras

Evento
d., inc., imp., FECIT: GRAVURA

Evento
D’après Abel Salazar: arqueologia, verificação, projeção

Evento
International Meeting: IN PURE PRINT

Evento
Encontro Internacional de Gravura: IMPRESSÃO PURA – GRAVURA CLÁSSICA na ARTE CONTEMPORÂNEA

Evento
ENCONTRO INTERNACIONAL DE GRAVURA: PURE PRINT ELEMENTS

Evento
Masterclass IN PURE PRINT: “PRINT COLLECTIONS AND REPRODUCTION” – 7 Abril

Evento
PURE PRINT demonstrações técnicas de Outubro

Evento
Pure Print Elements – Exposição – Xarxes: Victoria Rabal

Evento
Pure Print Elements – Palestras – The intermittent experience: fleeting surfaces

Evento
Pure Print Elements – Palestras – The Surface of the City and the Depth of the Psyche

Evento
Pure Print Elements – Plein Air Week – Inscrições Abertas

Evento
Pure Print Elements – workshop – Elements Camp na Arte Contemporânea – Sessão 1

Evento
Pure Print Elements – workshop – Elements Camp na Arte Contemporânea – Sessão 2

Evento
Pure Print Elements | Artes do Papel | Papel como suporte:Conservação e Exposição

Evento
Pure Print Elements | Workshop | Assembling – Publishing in the Expanded Field

Evento
Pure Print Elements | Workshop | Creative bookbinding and blind-tooling (blind-printing) on leather

Evento
PURE PRINT, elements‘ – workshop – SpectralPrint/Impressão Espectral

Evento
PURE PRINT, elements‘ – workshop – Research Riso Publishing

Evento
PURE PRINT: workshops de outubro

Evento
PURE PRINT: workshops de SETEMBRO

Evento
Workshop IN PURE PRINT – PRINT PREVIEW V – 4 SESSIONS INTENSIVE WORKSHOP – 29 Março – 1 Abril

Evento
Workshops Pure Print Elements | março – maio 2015

Evento
SEMINÁRIO / MODOS DE EDITAR

Evento
Exposição: D’Après: A Oficina, o Laboratório, O Natural

Evento
Exposição: Print Proposals: Guntars Sietiņš & Janis Murovkis

Evento
Exposição: Print Proposals: Julija Pociute

Evento
Exposição: Print Proposals: Lennart Mänd

Evento
Exposição: Print Proposals: Ludwika Zytkiewicz-Ostrowska

Evento
Exposição: Print Proposals: Sybilla Skałuba + Izabela Łęska

Evento
Aula Aberta: Print Problems: Soap Groung, Sugar Lift, Soft ground

Evento
Aula Aberta: Print Problems: Soft ground

Edição
DA IMPRESSÃO AO LIVRO DE ARTISTA

Edição
Specularis — Looking Through