Sintoma. Performance, investigação e experimentação


O Sintoma. Performance, investigação e experimentação.

O Sintoma não é um sinal, é uma percepção subjetiva.
Sintoma é também um grupo de investigação, prática artística e experimentação em Performance ou Live Art, que nasceu no início de 2012 no i2ads, Instituto de Investigação em Arte, Design e Sociedade e, dentro deste do NAI, Núcleo de Arte e Intermedia, da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto (FBAUP).

Nascido do desejo de ver esta área aprofundada nesta instituição artística, o grupo abre-se à experimentação pela prática, aprofundando temas e processos da Performance Art em projetos individuais e em colaboração, e na perspetiva de se constituir um corpo de trabalho artístico com apresentações públicas.
Sintoma informe e acumulativo, o grupo é constituído por estudantes de vários graus de ensino – da licenciatura ao doutoramento – outros cúmplices de outras áreas, e com coordenação de Rita Castro Neves.

Também se pretende contribuir aqui para a reflexão sobre a investigação em Arte. O Sintoma deseja pensar, construir, aplicar modelos investigativos que se consubstanciem em propostas fora da grelha disciplinar, e que não apenas envolvam mas antes partam, dos envolvidos no processo.

O Sintoma partilha-se com a comunidade artística local e nacional, enquanto plataforma de criação, mas também, de divulgação, confronto e reflexão, em conversas, conferências, aulas abertas, publicações, exposições, cursos e oficinas, e outros formatos ainda por descobrir.
Desde o seu início, o grupo organizou uma mini-residência no Panóptico do Centro Hospitalar do Conde Ferreira em 2012 orientada por Marta Bernardes (FBAUP) e Samuel Guimarães (ESMAE/IPP), workshops com a artista Finlandesa Pia Euro (Aalto University) sozinha e em colaboração com Rita Castro Neves (Sintoma) de, uma artist talk com a artista finlandesa Pia Euro (2012), representou a FBAUP no Serralves em Festa de 2013 e organizou um evento internacional de performance com mostra e discussão na Faculdade de Belas Artes do Porto a 4 de Maio de 2012 – o Sintoma nº 0.
Em colaboração com a Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico do Porto, através do Núcleo de Estudos Artísticos e do Património (NEAP) do INED, organizou um evento conjunto internacional com 47 performers e investigadores – os Sintomas e Efeitos Secundários (Maio 2013). As Deduções desse evento – uma conversa informal e lançamento do filme documental – acontece em Abril de 2014.
O Sintoma nº 0 é um sintoma de 4 de Maio e é o nosso primeiro evento de mostra, discussão e intensidade.

Coordenação: Rita Castro Neves
Assessoria: Mónica Lacerda e Hernâni Reis Baptista

Sintomas atuais: Rita Castro Neves (coordenação), André Fonseca, Dalila Vaz, Filipe Garcia, Hernâni Reis Baptista, Horácio Frutuoso, Hugo de Almeida Pinho, Hugo Soares, João Gigante, Maria Trabulo, Mónica Lacerda, Patrícia Oliveira e Rita Xavier Monteiro.
Coordenação: Rita Castro Neves
Assessoria: Mónica Lacerda e Hernâni Reis Baptista

Sintoma
Facebook
YouTube

Coordenador(es) de Projeto Rita Castro Neves
Núcleo de Investigação Núcleo de Arte e Intermedia (NAi)
Data de Início - Fim 2011-10
Financiamento i2ADS, UP