Aurélia de Souza: O Feminismo ao Espelho

Resumo: Neste artigo aborda-se a obra “Autorretrato (com laço)” (c. 1897) e outras três obras da pioneira mulher artista portuguesa Aurélia de Souza. A análise iconográfica revela uma artista ativamente crítica e plenamente consciente da discriminação de género da sociedade oitocentista da qual também foi vítima. Conclui-se que a sua obra e importância como figura da história da arte vem sendo injustamente menorizada por teimosa discriminação de género.

Palavras chave: Aurélia de Souza / mulher artista / feminismo / romantismo.

Título do Evento ARTE, RELAÇÕES, IMPLICAÇÕES: o VI Congresso CSO’2015
Título da Comunicação Aurélia de Souza: O Feminismo ao Espelho
Data 23 de Março de 2018