Caleidoscópio

Exposição coletiva | Caleidoscópio
Curadoria | João Baeta e Luísa Abreu
Local | Maus Hábitos e Galeria do Sol, Porto
Datas | 16.12.2017 – 27.01.2018

Exposição coletiva ou dispositivo relacional? Este é o ponto de partida. O jogo, o problema. Pretende-se que as imagens, os espectadores e os artistas sejam colocados em relação. Uma relação aleatória e igualitária, própria das composições constelares, por isso e a priori, sem a existência de qualquer tipo de hierarquia. (…) A imagem com que cada um dos artistas participa pode ser fruto da sua prática artística ou vinda do mundo da coisas da sua vida. Pode resultar como obra ou imagem que poderia pertencer a um diário qualquer, editada numa rede social, ou enviada a alguém por telemóvel, utilizando afinal os meios e ferramentas que todos no espaço urbano na vida de todos os dias têm ao seu dispor, artistas e não artistas. (…) Assim, as relações entre imagens não serão conformadas pela teoria ou crítica da arte, por um tema ou qualquer outro critério, mas pelo caos de onde emergem e pela contingência das relações que se podem entrever no funcionamento dum dispositivo relacional que pode ser uma exposição colectiva.

 

Sem título (Clermont-Ferrand), 2017
Fotografia digital Impressão sobre papel, 20×30 cm

Autor(es)