II COLÓQUIO Processos de Transformação no Ensino/Aprendizagem em Arte

2as JORNADAS DO PROJECTO DE INVESTIGAÇÃO

Processos de transformação no ensino artístico/científico no Porto – 1950/2016

 

2as JORNADAS DA UNIDADE CURRICULAR

Arquitectura: Processos de transformação no ensino/aprendizagem

 

Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto

3 e 4 de outubro de 2019

 

Sinopse

 

A segunda edição deste colóquio resulta das práticas colaborativas entre a unidade curricular optativa do Mestrado Integrado em Arquitectura da FAUP, “Arquitectura: Processos de Transformação no ensino/aprendizagem” e o projecto de investigação “Processos de transformação no ensino artístico-científico no Porto (1950-2016)”, sedeado no i2ADS. Esta iniciativa funda-se na necessidade de se aprofundar um campo de reflexão teórica sobre o binómio Arte/Ciência na equação ensino/aprendizagem de nível superior em Portugal e das suas repercussões na academia e na sociedade.

Considerando os processos de investigação desenvolvidos no âmbito, retaguarda institucional e contexto das linhas programáticas, didácticas e pedagógicas de uma unidade curricular do MIARQ/FAUP e de um núcleo multidisciplinar e transdisciplinar composto por investigadores das Faculdades de Arquitectura, Belas Artes e Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto, pretende-se divulgar, difundir e ampliar a reflexão nas áreas do conhecimento referidas. É intenção que este colóquio, como complemento extra-curricular da oferta formativa, mas também como momento de reunião dos vários caminhos de investigação seguidos pelo projecto transdisciplinar do i2ADS, possa agregar a comunidade académica e a sociedade em geral em torno das temáticas em debate. Esta ação visa fixar e divulgar o conhecimento sobre a relação na sociedade, cidade e território entre o ensino artístico-científico, os meios, agentes e dispositivos sócio-culturais, as dinâmicas artísticas e as transformações contemporâneas nos processos de ensino-aprendizagem de nível superior. A propósito das alterações introduzidas no quotidiano das escolas artísticas portuguesas a partir da aplicação da Declaração de Bolonha em 2006 e da análise do momento presente, revisita-se o passado na exacta medida das interrogações da contemporaneidade. Reflectindo sobre o tempo presente, as suas interrogações, transformações e dinâmicas, pensa-se a academia, a profissão nos planos local e global.

A experiência desta unidade curricular da FAUP e do projecto integrado no i2ADS permite pensar, com alguma distância crítica sobre o seu início, que se está a contribuir para aprofundar um campo de reflexão teórica e prática sobre a relação intelectual e prática entre Arte e Ciência e, em contexto de Escola, entre ensino-aprendizagem e ensino/investigação. Nesse sentido, é uma preocupação que fomenta a reinvenção dos métodos/processos didácticos e os tempos e os modos da investigação, de forma a captar a atenção e desenvolver o espírito crítico no estudante e a estimular positivamente os investigadores e a investigação em arte. Esbater as fronteiras/barreiras do quotidiano da contemporaneidade, muito marcadas por lógicas de zonamento disciplinar, de fronteiras e territórios rígidos de espacialidades restritas e conformações convencionadas, numa relação tensa entre acesso e exclusão, identidade e repulsa, pertença e abandono, pensamos poder sublinhar as práticas pedagógicas e de investigação como catalisadoras e desbloqueadoras de construção de posicionamento crítico, numa dialética constante. Com este evento, proporciona-se dois momentos particulares – expositivo e de debate e de reflexão e crítica, articulando a polemização directa e indirecta, e procedendo a formulações cruzadas entre a reflexão montada em dispositivos de discurso expositivo ou de estudo de caso, por pesquisa e baseada em problemas, julgando-se poder amplificar, de facto, as ressonâncias do debate num mundo em mudança acelerada.

Nos últimos sessenta anos, a universidade e as escolas superiores atravessaram um processo de transformação no que respeita a dois vectores essenciais: as plataformas de trabalho e pensamento e as relações de género, tanto na esfera da docência como da discência. Então, aquilo que era um universo maioritariamente masculino e analógico, pelo menos no que respeita ao plano dos estudantes, inverteu a relação, sendo, no ensino artístico e artístico-científico, um espaço maioritariamente feminino, quase numa proporção de 3 para 1, claramente regido por uma cultura digital de última geração. Este colóquio considera este quadro como um pano de fundo, como contexto interessante e importante para se pensar sobre as matérias em análise. Assim, Arte, Ciência, Educação, Sociedade, Corpo, Sujeito, Espaço, Políticas Públicas e Processos de Transformação, têm como retaguarda esta equação, tão contemporânea no seu debate, tão essencial, no tempo presente, para se burilar a reflexão que se quer viva, exploratória, experimental e dinâmica.

 

Organização e Coordenação Científica

 

Projecto de Investigação do i2ADS

Processos de transformação no ensino artístico-científico no Porto – 1950/2016

 

Unidade curricular do Mestrado Integrado em Arquitectura/FAUP:

Arquitectura: Processos de transformação no ensino-aprendizagem

 

Entrada gratuita

 

PROGRAMA PROVISÓRIO

 

Dia 3 de Outubro

14.00 – 15.45

Biblioteca: Sala do Fundo Antigo

QUESTÕES DE GÉNERO E PLATAFORMAS DIGITAIS COMO CONTEXTO

Abertura dos trabalhos

…………………………………………………….

16.00 – 17.15

Duas de Letra

AS MULHERES NAS ARTES E NAS CIÊNCIAS

Debate

………………………………………………….

17.15 – 18.30

Duas de Letra

PROCESSOS DE TRANSFORMAÇÃO NA EDUCAÇÃO

Debate

…………………………………………………….

18.30 – 19.30

Tertúlia

 

Dia 4 de Outubro

10.00 – 12.00 

Pavilhão Carlos Ramos: Anfiteatro

ENSINO-APRENDIZAGEM/ ENSINO-INVESTIGAÇÃO EM ARTE

Debate

…………………………………………………….

12.00 – 13.00

Pavilhão Carlos Ramos: Átrio

Tertúlia

…………………………………………………….

14.30 – 16.00

Pavilhão Carlos Ramos: Anfiteatro

POLÍTICAS PÚBLICAS, ARTE E SOCIEDADE

Debate

 …………………………………………………….

16.00 – 17.30

Pavilhão Carlos Ramos: Anfiteatro

SUJEITO, CORPO E ESPAÇO

Debate

…………………………………………………….

17.45 – 18.45

Jardins da FBAUP

INVISIBILIDADES

Performances coreográficas

…………………………………………………….

18.45 – 19.00

Pavilhão Carlos Ramos: Átrio

Encerramento dos trabalhos

Local Porto, FBAUP
Data 3 a 4 de Outubro de 2019