Exposição: Liberdade imprescindível (acção e pensamento) — update

14 outubro a 18 novembro 2017
Casa-Museu Abel Salazar, Porto

 

As obras que agora se apresentam são o resultado do trabalho de investigação levado a cabo pelos estudantes do Doutoramento em Artes Plásticas. São fruto de uma negociação contínua determinada pela investigação em nome individual que cada um tem desenvolvido. Visível, desde logo, o campo expandido em que as obras se enquadram: pinturas, desenhos, técnicas de impressão, instalações, som, etc. encontram-se lado a lado numa posição de diálogo voluntário mas absolutamente necessário.

Os tempos que correm trazem consigo ameaças várias, sobretudo, ao nível da actuação individual de cada um no seu dia a dia. Se a liberdade se afirma como imprescindível ao quotidiano, então, muito mais importante se torna a constatação, quando aplicada ao processo de investigação artística (chamemos-lhe assim) e que conduz, normalmente, às obras que os artistas produzem. Como no caso desta exposição. Ela é o resultado de uma intensa busca pela liberdade ao nível da acção e do pensamento que se materializa nas obras agora presentes e abertas à discussão.

A liberdade como noção imprescindível é, assim, o ponto de contacto entre as investigações várias que aqui se apresentam e a realidade que as contextualiza. Como sempre, caberá a cada um de nós, enquanto espectadores (emancipados, como diria Rancière) reflectir livremente sobre aquilo que nos afecta. Fruir e, se quisermos, contemplar como possibilidades em aberto para que a acção e o pensamento, transformados em forma pelos artistas, possam corporizar, também, essa dupla potência numa recepção liberta mas imprescindível.

 

Organização

Doutoramento em Artes Plásticas / FBAUP

i2ADS / FBAUP

Local Casa-Museu Abel Salazar, Porto
Data 14 a 18 de Outubro de 2017