Da Impressão ao Livro de Artista

Encontro sobre o Livro de Artista e Contextos de Edição

O primeiro encontro sobre o Livro de Artista e Contextos da Edição na FBAUP, articula-se em torno de uma vontade em lançar as bases para a abordagem prática e teórica ao livro de artista e contextos de edição.
Para alargar o debate, lançar um olhar crítico e refletir sobre a natureza dos livros em questão, é necessário conhecer as ferramentas e os princípios de produção que agilizam o pensamento e a sua formalização. E este último aspeto, central neste encontro, leva-nos a mostrar os modelos de criação atualmente em curso, na sua componente prática,oficinal, com as suas diferenças relativas aos contextos geográficos de origem, num acesso direto aos interlocutores e aos exemplares impressos. A questão não é pois exclusivamente da sua definição, e das suas possíveis tipologias, mas sim da instigação direta à produção num contexto altamente especializado e académico, diretamente vinculado às práticas da edição de autor, nas quais se destacam as habituais tecnologias de impressão da gravura. Essa questão nem sempre evidente de que a criação artística beneficia de formatos que permitam, desde logo, a adaptação tecnológica, processual e formal das pesquisas introduzidas aos projetos criativos em curso.

Para os participantes, este encontro é um laboratório compacto de criatividade, experimentação e aplicabilidade.
Não se trata aqui apenas de apresentar ou descrever apontando para, mas sim de abrir, de folhear, e sentir o que implica tal produção, quais os seus meios, o que estes processos podem predispor, enquanto espaço de potencialidades criativas. Para tal teremos as proposições já concluídas em exposição, mas também as oficinas abertas para que ai se ensaie e conheça o que a impressão empresta a esse livro objeto.
Os moldes de produção serão pois os protagonistas, e quem os usa expõe porque o faz, como o faz, que estratégias aí aciona para se envolver na sua produção e assim tocar o leitor, neste caso os participantes, que agora dão os seus passos na área da autoedição. Se possuímos uma audiência já sensível à naturalidade com que se pode produzir um livro e com grande parte da mesma com experiência na edição independente, com recurso a dispositivos de reprodução acessíveis, pretendemos agora que esta possa seguir demonstrações que permitam desmultiplicar as formas do livro e aceder a um maior leque de possíveis materializações.

Este encontro assume uma forma híbrida, da apresentação de livros de artista numa exposição que consta do programa, à inclusão de demonstrações abertas ao público e workshops de edição em que os vários interlocutores articulam a prática artística em torno da edição, e da publicação em catálogo dos seus testemunhos escritos, textuais mas também com a inclusão de outros meios veiculares de documentação das ações. Da impressão ao livro de artista é um programa de quatro dias que ambiciona abrir o campo de atuação e de aplicação das tecnologias de impressão tradicional à produção de livros de artista, propiciando encontros entre técnicos impressores, docentes, críticos, artistas e designers que fazem livros e praticam a autoedição.

Workshops de 23 a 27 de Abril

Local de inscrição: Biblioteca FBAUP
Limites de funcionamento: 10 a 15 inscrições
Pré-Inscrição: Data limite 16 e 20 de Abril
Taxa de inscrição: variável, ver programa (tesouraria)
Local: Sala PT 303

Palestras de livre acesso
27 de Abril, tarde

MODERADORA
Graciela Machado

INTERVENIENTES
Ana João Romana
Marta Aguilar Moreno
Aleksandra Janik
Celina Szelejewska
Noémia Herdade Gomes

Lançamento de publicações e apresentação projetos editoriais Frígia e Vale da morte.
Inauguração da exposição Da impressão ao livro de artista, contextos de edição