Word of Mouth: Manuel Santos Maia

Projecção e conversa em torno de “alheava_filme” de Manuel Santos Maia

dia 19 de Abril às 10h30

Aula Magna da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto

Organização:
i2ADS – Instituto de Investigação em Arte, Design e Sociedade – Núcleo de Arte e Intermedia

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Manuel Santos Maia
Nasceu em Nampula, Moçambique.
Vive e trabalha no Porto.

Licenciado em Artes Plásticas – Pintura na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto.
Doutorando do Doutoramento em Artes Plásticas e Artes Visuais “Modos de Conhecimento na Prática Artística Contemporânea” pela Universidade de Vigo.
Expõe regularmente desde 1999.

Em 1999 concebe projecto “alheava” que tem vindo a apresentar até ao presente ano. Contemplando diversas práticas artísticas, como a instalação, a fotografia, a pintura, o vídeo, a performance, o teatro e o som, as várias mostras têm sido apresentadas em diferentes países como Inglaterra, França, Estados Unidos da América, Bélgica, Espanha, Noruega, Macau e Argélia e em diversas cidades nacionais como Porto, Lisboa, Coimbra, Lagos, Oeiras, Guimarães, Braga, Tomar, Cascais, entre outras.

No mais recente projecto “non”, idealizado em 2003 e apresentado desde 2006, como no projecto alheava MSM cruza a noção de documento com a experiência individual e familiar, para alcançar uma espécie de “memorabilia” colectiva, enquanto espelho antropológico que nos liga a todos pelo filtro de uma “intimidade documentada”.

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

O filme:

“Alhear” sugere um estado de alienação, um efeito de desvio, uma ausência de raízes, uma sensação de perda, um sentimento de deslocação. A realidade tratada é a da condição pós-colonial reflectida, por um lado, nas vivências dos portugueses que povoaram as diversas colónias africanas no período anterior ao 25 de Abril e, por outro, na trajectória de vida que estes protagonizaram na sequência do processo de descolonização. (…)
“alheava_filme” assume o paralelismo entre a vida política e militar e a vida privada. Com um enfoque predominante sobre o palco de guerra revela o facto de militares portugueses que vão combater em África estarem alheados da vida nas colónias e de colonos se encontrarem igualmente alheados das movimentações militares e políticas. Realizado a partir de excertos de filmes feitos pelo pai na província de Nampula, “alheava_filme”contém também a história da família em Moçambique e a caracterização pessoal da própria região.

Título original: alheava_filme
Realização: Manuel Santos Maia
Ano: 2006 – 2007
Argumento: Manuel Santos Maia
Narrador: António Manuel Machado Maia
Captação Original (8mm): António Manuel Machado Maia
Edição Vídeo: Manuel Santos Maia e José Roseira
Pós-produção de imagem: José Roseira
Concepção sonora: Manuel Santos Maia
Engenheiro de Som: Pedro Lima
Mistura: Pedro Lima
Vídeo realizado a partir de originais de filmes de 8mm, editados em Mini-DV Vídeo DVD-Pal, Cor, Audio PCM Stereo
Duração: 35min
© Manuel Santos Maia, 2007