Christof Migone: “Sonic Somatic: Performances of the Unsound Body”

13 de Outubro de 2011, quinta feira, 18.30 h

Aula Magna da FBAUP

Conferência/artist talk

Christof Migone
“Sonic Somatic: Performances of the Unsound Body”

Organização: Artes Plásticas Multimédia e i2ADS
Uma colaboração com a Fundação de Serralves e o Festival Trama

14 de Outubro de 2011, sexta feira, 22.00 h

Praça D. João I, Porto.
Performance
Christof Migone
“Hit Parade”
Festival Trama
_____________________________________________
http://www.christofmigone.com/

Christof Migone, “Hit Parade”, performance / cortesia Fundação de Serralves

Christof Migone é um artista multidisciplinar e escritor canadiano com base em Toronto. O seu trabalho e pesquisa investiga os domínios da linguagem e voz, corpos e performance, intimidade e cumplicidade, som e silêncio, ritmo e cinética, tradução e referencialidade, quietude e imperceptibilidade, estrutura e improvisação, jogo e pathos, pedagogia e desaprendizagem, fracasso e endurance.
Publicou vários CDs a solo e realizou colaborações com Lynda Gaudreau, Martin Tétreault, Tammy Forsythe, Alexander St. Onge (no projecto em duo Undo), Michel F. Côté, Gregory Whitehead, Set Fire To Flames e Fly Pan Am. Co-editou o livro/CD “Writing Aloud: The Sonics of Language” e tem textos editados em várias publicações como “Aural Cultures”, “S.ON”, “Experimental Sound & Radio”, “Musicworks”, “Radio Rethink”, “Semiotext(e)”, “Performance Research”, entre outras. Comissariou vários eventos, entre os quais “Touch Tha Dial” (1990), “Radio Contortions” (1991), “Rappel” (1994), “stuttermouthface” (2002), “Disquiet” (2005), “START” (2007), “STOP” (2008) e “Should I Stay Or Shoud I Go” (2010). Uma monografia do seu trabalho, “Christof Migone – Sound Voice Perform”, foi publicada em 2005. Em 2006, a Galerie de l’UQAM em Montreal apresentou uma retrospectiva do seu trabalho acompanhada de um catálogo e DVD – “Trou”. Lecciona na Universidade de Toronto e é director/curador da Blackwood Gallery.